Grupo de Pesquisa Poéticas Tecnológicas:
Corpoaudiovisual

Itaara

Itaara é um mundo que valoriza a relação entre as pessoas e suas ações no ambiente. Desenvolvida para o projeto “Percepções da dança: um estudo através da realidade virtual” com orientação de Ivani Santana, Itaara é uma experiência artística criada para a Hubs, uma plataforma experimental amigável à realidade virtual, criada pela equipe Mixed Reality da Mozilla. O grupo de pesquisa Poéticas Tecnológicas: corpoaudiovisual, engajado sempre na investigação de novas configurações da dança através da mediação tecnológica, oferece com esse projeto uma experiência sensível ao fruidor que é estimulado a percorrer seis ambientes virtuais interligados por portais. A primeira sala, o prólogo, uma escuridão cortada pelo rosa brilhante de uma mulher (quase esfinge), através de poemas e trilhas, procura ensinar como se deve caminhar naquele espaço. O fruidor deve explorar o ambiente até encontrar o portal que o levará para a próxima sala. A potência das imagens pode ser vista pela forma contida da performance em contraponto aos fruidores que devem fazer seus avatares se moverem em busca dos portais de transição. A caminhada é repleta de belas imagens flutuantes, incrustadas nas pedras, nos rios ou em vídeos tridimensionais gravados com câmera 360o. Nessa trajetória, o fruidor pode sentir a imensidão, o confinamento, a falta de gravidade, o ritualístico e a simples serenidade de um pôr do sol. A mulher-esfinge orienta: “respira nesse outro corpo, [agora] você vive nesse outro ser, nesse bicho-virtual”.

Itaara is a world that values ​​the relationship between people and their actions in the environment. Developed for the project “Perceptions of dance: a study through virtual reality” with guidance from Ivani Santana, Itaara is an artistic experience created for Hubs, an experimental platform friendly to virtual reality, created by the Mixed Reality team at Mozilla. The Technological Poetics Research Group: corpoaudiovisual, always engaged in the investigation of new dance configurations through technological mediation, offers this project a sensitive experience to the user who is encouraged to walk through six virtual environments interconnected by portals. The first room, a darkness cut by the bright pink of a woman (almost a sphinx), through poems and trails, seeks to teach visitors to walk in that space. Users must explore the environment until they find the portal that will take them to the next room. The power of the images can be seen in the restrained form of the performance in contrast to the spectators who must move their avatars in search of transitional portals. The walk is filled with beautiful floating images, embedded in rocks, rivers, or in three-dimensional videos recorded with a 360-degree camera. In this trajectory, the spectator can feel the immensity, the confinement, the lack of gravity, the ritual, and the simple serenity of a sunset. The sphinx woman guides: “You breathe in this other body, you now live in this other being, in this virtual animal”.

Para adentrar Itaara e percorrer seus caminhos de pedras é necessário que você siga as instruções abaixo, utilizando o seu computador, tablet ou smartphone:

Pelo computador e pelo smartphone:
  • Para adentrar nos portais de cada ambiente, clique na imagem do portal; 
  • No ambiente, objetos com áudios te guiará. Para ouvi-los, aproxime-se do objeto.
Pelo computador:
  • Utilize a tecla W ou a seta para cima, e as teclas E ou Q do computador, para perceber o espaço ao seu entorno;
  • A tecla A te leva para a esquerda e a tecla D te leva para a direita;
  • Abaixo você encontra os ícones de microfone (que pode ser ligado ou desligado quando quiser), do chat para nossa (comunicação por escrito) e de share (para ligar a sua câmera).
Pelo smartphone:
  • Para perceber o espaço ao seu entorno e se locomover pelo ambiente: utilize o movimento de pinça na tela e deslize o dedo na tela para a direção desejada (esquerda ou direita).
  • Utilize os ícones de microfone (que pode ser ligado ou desligado quando quiser) e do chat para comunicação por escrito.

To enter Itaara and follow its stone paths, you need to follow the instructions below, using your computer, tablet or smartphone:

By computer and smartphone:
  • To enter the portals of each environment, click on the portal image;
  • In the environment, objects with audios will guide you. To hear them, move closer to the object.
By the computer:
  • Use the W key or the up arrow, and the E or Q keys on the computer, to perceive the space around you;
  • The A key takes you to the left and the D key takes you to the right;
  • Below you will find the microphone icons (which can be turned on or off whenever you want), the chat to ours (written communication) and the share (to turn on your camera).
By smartphone:
  • To perceive the space around you and move around the environment: use the pinch movement on the screen and slide your finger on the screen in the desired direction (left or right).
  • Use the microphone (which can be turned on or off at any time) and chat icons for written communication

Link de acesso a plataforma virtual:

Entre em itaara

FIcha técnica
Ivani Santana - Coordenação e concepção

Bolsistas Iniciação Científica - co-criadores:
Camila Florentino - performance, imagens, texto 
Felipe Bolcont  - desenvolvimento da plataforma hub, edição de audiovisual
Lanmi Carolina Carvalho - performance, imagens
Letícia Mayni - desenvolvimento da plataforma hub
Mariana Rosado Vaz - modelagem avatar dos performers
Giovanna Olivencia -voz em inglês
Juliana Porfirio - figurino

Duração
Experiência individual livre na plataforma virtual.


Ivani Santana - Conception
Technological Poetics Research Group: corpoaudiovisual - Development

Scientific Initiation Scholarships - co-creators:
Camila Florentino - performance, images, text
Felipe Bolcont - development of the hub platform, audiovisual editing
Lanmi Carolina Carvalho - performance, images
Letícia Mayni - development of the hub platform
Giovanna Olivencia - voice in English
Juliana Porfirio - costume